Example Example Example Example Example Example Example O presidente Ikeda observa: "É absolutamente impossível que alguém com uma conduta séria e sincera na fé não consiga ser feliz e prosperar ou que seu ambiente não consiga ser revitalizado. Este é o princípio universal do budismo. O coração é o que transforma tudo. Esta é a natureza prodigiosa da vida. É uma verdade irrefutável". Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo....


Pesquisa personalizada

14 de julho de 2008

cont... importa é orar com o coração

Miki: O fato não é orar por algo específico ou não; e sim, identificar se
temos convicção para ativar as forças protetoras do Universo no sentido de
concretizar nossos objetivos e transformar a vida. O que importa é orar com
o coração. O presidente Ikeda afirma: "Em outras palavras, devemos olhar
para o Gohonzon e orar com todo o amor e devoção que sentimos pela pessoa mais querida e importante em nossa vida - para alguns, podem ser os filhos; para outros, a pessoa amada [risos]. Não tem nada de complicado nisso. O Sr. Toda dizia que nossa atitude ao olharmos para o Gohonzon deveria ser como se estivéssemos 'apaixonados por Daishonin'". 2

Magda: O presidente Ikeda orienta nesse sentido também. Ele afirma que ao orarmos não apenas para os nossos problemas, nossos horizontes se expandem. Isso ocorre, porque dedicamos nossas orações a amigos, familiares e para a sociedade como um todo.

China: É isso mesmo. Agir em prol do crescimento dos outros pode ser
considerado a reverberação da nossa oração em nosso comportamento diário. Então, quem ora deve agir em prol do outro, mesmo que para isso tenha de contrariar (de preferência conscientemente) o lado negativo da sua vida. Esse "orar pelo outro" e depois o "agir em prol do outro" são duas faces da verdadeira fé no budismo. Exercitar isso todos os dias, com o tempo, vai fazer com que superemos as fraquezas para viver de maneira digna.

***

PS: Minha reflexão sobre essa parte do diálogo é sobre a importância de realmente acreditarmos que podemos ativar as forças protetoras do universo com a convicçao de nossa mente, ou como se apaixonados estivéssemos, rsrsrs... Se somos unos ao universo, se somos feitos de Nam myoho rengue kyo, se temos a budicidade dentro de nós, como disse Daishonin, o mortal comum e o buda são a mesma pessoa, então somos budas! E se somos tudo isso só nos resta a alternativa em crer no nosso potencial, e com isso ter a certeza que ativamos as forças protetoras do universo ao nosso favor.

E se somos unos ao universo, somos unos a todas as pessoas, e orar pelo outro é igual a orar por nós, não acham? É lei de causas e efeitos, ao orar e desejar coisas boas aos outros, fazemos causa para receber também esses benefícios, na hora certa os benefícios se manifestarão. Enfim devemos ter em mente que somos budas e que os outros são budas também!



Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada

e-referrer

Encontre seu par perfeito