Example Example Example Example Example Example Example O presidente Ikeda observa: "É absolutamente impossível que alguém com uma conduta séria e sincera na fé não consiga ser feliz e prosperar ou que seu ambiente não consiga ser revitalizado. Este é o princípio universal do budismo. O coração é o que transforma tudo. Esta é a natureza prodigiosa da vida. É uma verdade irrefutável". Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo....


Pesquisa personalizada

23 de outubro de 2009

SGI-USA inaugura quarto Centro de Fonte de Pesquisas sobre Cultura de Paz em Chicago, Illinois

Em fevereiro, cerca de 700 membros associados da SGI reuniram-se para celebrar a inauguração do Centro de Fonte de Pesquisa sobre a Cultura de Paz de Chicago, localizado no Centro Cultural da SGI-USA de Chicago. A SGI-USA já possui centros similares em Nova York (2004), Los Angeles (2004) e no Havaí (2007). O propósito desses centros é abrigar programas educacionais e culturais voltados para a comunidade, que promova uma cultura que rejeite a violência e estimule o diálogo ativo para tratar das causas do conflito.

No ano passado, os centros de Nova York e de Los Angeles iniciaram a atividade “Série de Palestras de Personalidades Ilustres sobre Cultura de Paz”, abordando uma ou mais das oito áreas de atuação definidas pela Declaração das Nações Unidas e Programa de Acão sobre a Cultura de Paz de 1999.

As oito áreas de atuação definidas pela Declaração das Nações Unidas e Programa de Acão sobre a Cultura de Paz de 1999 são:
1) promover uma cultura de paz por meio da educação;
2) estimular a economia sustentável e o desenvolvimento social;
3) cultivar o respeito por todos os seres humanos;
4) assegurar a igualdade entre homens e mulheres;
5) incentivar a participação democrática;
6) promover a compreensão, tolerância e solidariedade;
7) apoiar a comunicação participativa e o livre fluxo de informações e conhecimento;
8) promover a paz e a segurança internacional.]

A série de personalidades, aberta ao público, atraiu palestrantes como a Nobel da Paz de 1976, Betty Williams, e Jeffrey Sachs, diretor do The Earth Institute da Universidade de Colúmbia, em Nova York, e autor do best seller The End of Poverty.

Em Chicago, o evento contou com cerca de 40 autoridades públicas, entre elas Rodney Craig, prefeito de Hanover Park (subúrbio no noroeste de Chicago); representantes de organizações comunitárias envolvidas na construção da paz; e estudiosos de diversas instituições acadêmicas, como a DePaul University, o Morton College, e a Universidade de Chicago.

O embaixador Anwarul Chowdhury, que no ano passado completou sua gestão de cinco anos como sub-secretário-geral das Nações Unidas, foi o principal orador do evento. O diplomata de Bangladesh é mais conhecido pelo papel que exerce para ajudar a desenvolver as nações mais pobres e por incentivar a participação das mulheres e das crianças na construção de uma sociedade pacífica.

Durante a sua palestra, o embaixador Chowdhury declarou que a mente humana é capaz de produzir intolerância, nutrir ódio e causar dor aos outros seres humanos. Faz parte dos desafios do novo milênio, disse ele, instilar os “valores da não-violência, tolerância e democracia” em cada mulher, homem e criança.

Chowdhury disse que a Proposta de Paz de 2008 do presidente da SGI, Daisaku Ikeda, para as Nações Unidas, apresenta um componente-chave para a edificação de uma cultura de paz; o diálogo entre indivíduos e entre religiões e culturas. “O diálogo é a base de uma sociedade pacífica e humanística”, afirmou Chowdhury. “O melhor diálogo é articulado, apoiado e incentivado pela promoção da cultura de paz.”

....

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada

e-referrer

Encontre seu par perfeito