Example Example Example Example Example Example Example O presidente Ikeda observa: "É absolutamente impossível que alguém com uma conduta séria e sincera na fé não consiga ser feliz e prosperar ou que seu ambiente não consiga ser revitalizado. Este é o princípio universal do budismo. O coração é o que transforma tudo. Esta é a natureza prodigiosa da vida. É uma verdade irrefutável". Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo....


Pesquisa personalizada

28 de outubro de 2009

Mais uma grandiosa vitória de Renato Ishigami

Estou muito feliz e grata! Para quem nao conhece a história de Renato: aos 9 anos, em 1973, ele contraíu cancer, seu pai não aceitou a morte prematura de seu filho, pois era incurável e com poucos meses de vida. Então seu pai procurou e procurou a soluçao, tendo encontrado o Budismo de Nitiren Daishonin, a solução apareceu e Renato curou-se! Toda essa saga é contada no livro Um Inverno Rigoroso que o pai de Renato escreveu recentemente contando como foram aqueles meses até a pronta recuperação de Renato, espantando os médicos, obviamente. O livro Um inverno Rigoroso é distribuido gratuitamente pela net.
E hoje recebi email com o Renato contanto mais uma vitoria sua que ele reparte com todos nós que recitamos o Nam myoho rengue kyo. Obrigada Renato!

Date: Sun, 25 Oct 2009
Subject: Olá de Renato Ishigami - "O retorno"

Permita-me compartilhar os desdobramentos dos meus últimos cinco dias:

No dia 21 quarta-feira, me internaram por volta das 20:00 hs. Estava muito tranqüilo..............

Minha esposa sempre critica, mas sinto sempre que estou fazendo check-in num hotel 5 estrelas para um período de férias, tamanha a minha tranqüilidade. Esta condição é um reflexo do Daimoku e da convicção que brota em nossos corações.

O meu melhor amigo (C....), que ainda não é budista, carinhosamente veio me dar um abraço de boa sorte. Ao nos abraçarmos senti a sua grande preocupação. Temos uma grande relação de irmandade, pois nos conhecemos desde o ano de 1978 época em que cursávamos juntos o antigo primeiro colegial no Colégio Rio Branco em Higienópolis.

Mais uma vez ele observou que sairei vitorioso, pois tenho sete vidas como os gatos. Hahahaha!!!

Após sua saída, realizamos um vibrante Gongyo (meu pai, minha esposa e meu filho) e recitamos alguns minutos de Daimoku. É um pouco complicado orarmos no quarto, pois constantemente diversos enfermeiros entravam para os preparativos da a cirurgia do dia seguinte.

Após a saída do meu filho e da minha esposa, o meu querido brother Ricardo veio me visitar e pudemos trocar calorosos incentivos.

Quinta-feira dia 22.

É chegado o dia da cirurgia!!!

Mais um vibrante Gongyo junto com o meu pai. O Gongyo da prova real.

Como sempre o Sr. Antonio Nakamura observa em suas orientações:

“Todos os dias por duas vezes, recitamos bem no finalzinho do Gongyo:

Mai-ji-sa-zê-nen.

I-ga-ryo-shu-jô.

Toku-nyu-mu-jô-do.

Soku-jô-ju-bú-shin

Traduzindo:

Medito constantemente - Como posso conduzir as pessoas ao caminho supremo - e fazer com que elas adquiram rapidamente o corpo de um Buda?

Ou seja, como posso através da minha vida tocar fundo o coração das pessoas que conheço para que elas adquiram a coragem de “despertarem” o seu próprio potencial de Buda?

Minha resposta:

Através das minhas comprovações particulares, da minha coragem, postura e ação permeadas pela prática da fé me tornarei um ícone de vitória que norteará, trará inspiração para a vitória de diversas outras pessoas. Sempre digo que transformarei os meus sofrimentos individuais em grandes vitórias coletivas. Entendo que esta é a minha missão!!!!

Por volta das 9:30 hs, o meu neurologista, Dr. Leandro observou que a cirurgia fora remarcada para as 11:00 pois um paciente de emergência estava ocupando a minha sala.

Chegada à hora..................................após colocar aquela roupa ridícula com aquela touca mais ridícula ainda, recebi um grande abraço do meu pai e da minha esposa. Mais uma vez estávamos muito tranqüilos e confiantes.

Durante todo procedimento, fiquei em comunicação com o Dr. Noda e sua equipe juntamente com o acompanhamento do Dr. Leandro.

Qual a grande preocupação e risco neste procedimento? Devido a radioterapia, a grande dúvida girava em torno da resistência das paredes da carótida em agüentar a Angioplastia que é a abertura mecânica das estenoses (obstrução).

Quando questionei o Dr. Leandro sobre esta possibilidade ele me respondeu da seguinte forma:

“Dizem que quando isso acontece, geralmente as pessoas relatam que nos sentimos dentro de um longo túnel escuro e que ao seu final podemos ver uma luz clara de forte brilho. E que se isso acontecesse eu deveria tentar seguir o caminho contrário a essa luz custe o que custasse.......hahahaha!!!”

A cirurgia foi um sucesso.........................primeiro porque não achei nenhum túnel com luz nenhuma, Segundo porque o Dr. Noda conseguiu restabelecer 100% da estenose.

Senti um grande carinho e atenção especial de toda equipe médica. Muito acima do normal. Por estar acordado pude ver as imagens e na seqüência agradeci de coração o excelente trabalho do Dr. Noda.

Ele me respondeu. “Parabéns a você!!! O seu caso será comentado dentro da minha equipe, Você é um vencedor.........um sobrevivente. Estou muito satisfeito...........”

Porque todo este especial carinho recebido pela equipe médica? Aparentemente sou mais um das centenas de pacientes do hospital?

Porque tamanha atenção, carinho e descontração compartilhada com todas as enfermeiras, plantonistas, fisioterapeutas e médicas da UTI? Ainda bem que minha esposa não estava lá para não ter que justificar a minha boa intenção com todas. Ufa!!!!

Porque o pós-operatório foi excelente e as respostas do meu corpo foram extremamente satisfatórias e rápidas?

Tudo isso não é nada mais do que o resultado da harmonia com o universo que alcançamos quando empreendemos uma resoluta ação em prol do Kossen-rufu (trilhando o caminho de evidenciarmos nossa budicidade juntamente com toda humanidade).

Recebi alta da UTI no dia 23 sexta-feira e alta completa do hospital no dia 24 sábado ao meio dia.

Particularmente neste dia o céu estava lindo, um sol brilhante banhava o dia e mais uma vez saí caminhando pela porta do meu hotel 5 estrelas sem nenhuma ajuda.

Na ocasião já percebia a nítida melhora, pois vários dos sintomas da falta de oxigenação desaparecera como mágica.

Ao chegar em casa recitamos um Daimoku de gratidão e satisfação por mais esta batalha vencida de braçada.

No escrito “O Remédio Benéfico para todas as Doenças”, Nitiren Daishonin afirma: “Da doença surge a mente que busca o Caminho”. (As Escrituras de Nitiren Daishonin, vol. VI, pág. 179.) Uma das razões pelas quais as pessoas evitam enfrentar esta realidade é porque as coloca frente a frente com a impermanência da vida. Aqueles que não dão valor à vida, no fundo, têm medo da morte. Os que não dão importância à sua juventude temem envelhecer. Os que negligenciam a saúde ficam aturdidos quando adoecem.

Acreditar que a iluminação implica em atingir um estado eternamente livre de obstáculos e de funções negativas não é budismo. Ao contrário, o vasto estado de vida do Buda nos brinda com a força e o poder interior para enfrentar sem medo esses ataques, e nos possibilita extrair a sabedoria necessária e a agir para triunfar sobre eles.

Se analisarmos nossa prática, entendemos que “nesse momento” “NIJI” existe somente quando oramos ao Gohonzon e manifestamos determinação e consciência de nossa missão pelo Kossen-rufu. É preciso determinar, orar e agir. Se não o fizermos, nosso ambiente em nada mudará. Mesmo que decorram cinco ou dez anos, “este momento” jamais chegará. Somente nossa sincera determinação pelo Kossen-rufu cria o “tempo”.

Em conclusão, “nesse momento” refere-se ao momento em que nós, espontaneamente, determinamos realizar algo pelo Kossen-rufu e não quando é solicitado que o façamos. Refere-se a “este momento”, o tempo de sua missão.

Do fundo do meu coração compartilho como forma de agradecimento, mais esta vitória com todas as pessoas que recitaram Daimoku e torceram por mais esta vitória coletiva.

Juntos deixamos registrados nossos Daimokus por todo universo.

Dedico toda esta luta a vocês meus queridos companheiros da lei mística. Isso é fantástico.

Transformem esta vitória em estímulo para transformarem os seus desejos, sofrimentos e sonhos distantes em realidade aqui e agora.

Tenha coragem de desafiarem uma quantidade de Daimoku inquestionável e partam para a ação resoluta sem dúvidas ou medo no coração.

O que mais me deixa triste é quando durante os milhares diálogos de incentivos que participo ouço como resposta:

Você Renato é especial............................eu não!

Eu não tenho a capacidade que você tem!

Você possui a fé e a determinação que jamais alcançarei.

Você é iluminado.....................eu não.

Todos têm o potencial de Buda em transformar os seus desejos em realidade.

A maior “Escuridão Fundamental” é ter a certeza que jamais alcançará este potencial e não acretidar em si mesma.

Contem sempre comigo.......................................

Da minha casa em São Paulo, ás 10: 24 hs.

Renato Ishigami e grande família

Nan-myoho-rengue-kyo

--
Renato Ishigami

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada

e-referrer

Encontre seu par perfeito