Example Example Example Example Example Example Example O presidente Ikeda observa: "É absolutamente impossível que alguém com uma conduta séria e sincera na fé não consiga ser feliz e prosperar ou que seu ambiente não consiga ser revitalizado. Este é o princípio universal do budismo. O coração é o que transforma tudo. Esta é a natureza prodigiosa da vida. É uma verdade irrefutável". Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo....


Pesquisa personalizada

27 de outubro de 2009

Cont 8 - Terceiro capítulo do Sutra de Lótus — Parábolas

BRASIL SEIKYO, EDIÇÃO Nº 1932, PÁG. A8, 22 DE MARÇO DE 2008.

No capítulo anterior (Hoben ou Meios), o Buda Sakyamuni revela que os três veículos
de Erudição, Absorção e Bodhisattva não são nada além de “Meios” que o Buda utiliza
para conduzir as pessoas à iluminação. Seu discípulo Sharihotsu foi o primeiro a
despertar para isso. Ele diz ao Buda: “Ouvi a Lei do Buda e obtive algo sem
precedentes. Agora sinto a máxima alegria, e todas as minhas dúvidas foram
removidas”. Nos sete capítulos seguintes, Sakyamuni relata várias parábolas para
ajudar os outros discípulos a compreenderem o propósito de sua prática.
A partir do terceiro capítulo “Parábola” (Hiyu), um após outro, os ouvintes, começando por Sharihotsu, recebem predições de futura iluminação: “Numa época vindoura, o senhor tornar-se-á um Buda. O seu nome será Buda Luz da Flor (Keko). A sua terra será chamada Imaculada (Riku). A época, nesse tempo, será chamada Grande Esplendor da Jóia (Daiho Shogon)”.

Porém, as outras pessoas reunidas tiveram dificuldade de entender as palavras do
Buda e Sharihotsu, compreendendo isso, solicita ao Buda que explane a sua doutrina
de um modo mais compreensível. Então, Sakyamuni conta-lhes a parábola das “Três
carroças e da casa em chamas”, que toma a maior parte desse capítulo.

A parábola é sobre um homem muito rico que mora em uma mansão. Com o passar
dos anos, as vigas, as paredes e os pilares da casa se desgastam, ameaçando ruir.
Mesmo assim, os filhos dele se recusam a abandoná-la. Até que certo dia, um incêndio
se propaga rapidamente pela casa, ameaçando os filhos. Contudo, eles não percebem
o perigo e se recusam a deixar o local. Ao ver o incêndio, o pai, desesperado, grita para que saiam da casa e se salvem, mas não é atendido pelas crianças.

Então, ele decide usar uma estratégia. Lembrando-se de que gostavam de objetos
raros, gritou o mais alto que pôde: “Saíam, pois tenho aqui fora três belíssimas
carroças: cada uma é puxada por um carneiro, por um cervo e por um boi. Saiam e eu
as darei a vocês”. Ouvindo isso, as crianças, enfim, saem da casa e ganham carroças
bem maiores e muito mais bonitas do que as prometidas. Cada uma delas era puxada
por um grande boi branco e decorada com sete espécies de pedras preciosas.

Observando os filhos, o pai pensou: “Minhas riquezas são imensuráveis e eu amo
todos os meus filhos igualmente. Não posso lhes dar veículos inferiores. Tenho
riquezas suficientes para presentear todas as pessoas do meu país com carroças
puxadas por bois brancos. Portanto, com certeza, não poderia deixar de dar carroças
aos meus próprios filhos”.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada

e-referrer

Encontre seu par perfeito