Example Example Example Example Example Example Example O presidente Ikeda observa: "É absolutamente impossível que alguém com uma conduta séria e sincera na fé não consiga ser feliz e prosperar ou que seu ambiente não consiga ser revitalizado. Este é o princípio universal do budismo. O coração é o que transforma tudo. Esta é a natureza prodigiosa da vida. É uma verdade irrefutável". Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo....


Pesquisa personalizada

24 de outubro de 2009

Cont 4 - O 1º capítulo do Sutra de Lótus

O 1º capítulo do Sutra de Lótus
Introdução — Parte 2

BRASIL SEIKYO, EDIÇÃO Nº 1928, PÁG. A8, 23 DE FEVEREIRO DE 2008.

O Honrado pelo Mundo, circundado pela Assembléia de Quatro Tipos de Crentes,
recebeu oferecimentos, foi honrado, venerado, e elogiado; e então iniciou a pregação do sutra Muryogui (Infinitos Significados), na qual ele afirma: “Nestes mais de quarenta anos, não revelei a verdade”1 e “os infinitos significados derivam de uma única Lei”2. Isso confirma que Sakyamuni expôs somente ensinos provisórios nos primeiros quarenta anos de pregação, e que o seu ensino máximo é ensinado no Sutra de Lótus.

Nesse sutra, Sakyamuni explica a realidade máxima da vida por meio das trinta e
quatro negativas: “Seu corpo não existe nem não existe, / Não foi causado nem
condicionado, nem sou eu nem o outro, / Não é quadrado nem redondo, não é curto
nem longo, / Não aparece nem desaparece, não nasceu nem foi extinto, / Não foi
criado nem surgiu, não foi produzido nem feito, / Não está sentado nem deitado, não está andando nem está parado, / Não se move nem gira, não é ocioso nem imóvel, / Não avança nem recua, não está em segurança nem em perigo, / Não é certo nem errado, não ganham nem perde, / Não é aquele nem este, não parte nem vem, / Não é azul nem amarelo, não é vermelho nem branco, / Não é escarlate nem púrpura nem qualquer outro tipo de cor”.3

O Sutra de Lótus ensina que todos os seres humanos podem atingir o estado de Buda.
Qual é, então, a verdadeira entidade de um “buda”? O que significa atingir o estado de Buda? O segundo presidente da Soka Gakkai, Jossei Toda, contemplou profundamente essas questões e procurou resolvê-las. No início de 1944, Toda decidiu recitar dez mil Daimoku por dia para compreender totalmente o Sutra de Lótus. Ele já havia lido esse sutra por três vezes desde o início do ano e em março começara a leitura pela quarta vez. Toda não compreendia o significado das trinta e quatro negativas. Foi então que no fim do ano, a palavra “vida” repentinamente surgiu em sua mente. “O Buda é a própria vida! É uma expressão da vida! O Buda não existe fora de nós, ele se encontra em nossa vida. Não, ele também existe fora de nossa vida. É uma entidade da vidacósmica!”4

O presidente da SGI, Daisaku Ikeda, comenta: “A vida tem também uma enorme
diversidade. Ela é rica e cheia de energia. Ao mesmo tempo, opera de acordo com
certas leis e tem um ritmo definido. A doutrina que diz que um único momento da vida possui três mil mundos (itinen sanzen) descreve esta harmonia na diversidade, e aquele que compreendeu a essência desse princípio é um Buda”.5

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada

e-referrer

Encontre seu par perfeito