Example Example Example Example Example Example Example O presidente Ikeda observa: "É absolutamente impossível que alguém com uma conduta séria e sincera na fé não consiga ser feliz e prosperar ou que seu ambiente não consiga ser revitalizado. Este é o princípio universal do budismo. O coração é o que transforma tudo. Esta é a natureza prodigiosa da vida. É uma verdade irrefutável". Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo....


Pesquisa personalizada

30 de outubro de 2009

Cont 17 - O sétimo capítulo do Sutra de Lótus — Kejoyu

BRASIL SEIKYO, EDIÇÃO Nº 1950, PÁG. A8, 09 DE AGOSTO DE 2008.

Esse capítulo é chamado Kejoyu, que significa “Parábola da cidade-imaginária”. É uma das sete parábolas do Sutra de Lótus, e está descrita na última parte do capítulo. O conceito principal desse capítulo é o das “causas e condições” (innen, em japonês). Esse termo, que significa relação cármica, refere-se à profunda ligação existente desde vidas passadas entre Sakyamuni e seus discípulos. Em outras palavras, expõe o laço de mestre e discípulo.

O capítulo inicia-se com Sakyamuni explicando o aparecimento de um buda chamado Excelência da Grande Sabedoria Universal (Daitsutisho, em japonês) na época de sanzen-jintengo, que é um período de assombrosa duração. Nesse capítulo, esse conceito é explicado da seguinte forma: ele postula uma pessoa que reduz a pó todas as terras de um sistema de grandes mundos e então segue em direção ao leste,
deixando cair uma partícula de pó cada vez que passa por mil mundos, e continua em seu caminho até que tenham acabado todas as partículas. Diz ainda que se a pessoa reduz então a pó todos os mundos por onde passou, tenham ou não recebido uma partícula de pó, e se cada partícula significa um kalpa ou aeon, então, sanzen-jintengo é a duração de tempo que corresponde ao total das partículas de pó.

A seguir, aparecem os dezesseis príncipes, filhos de Excelência da Grande Sabedoria Universal antes de ele ter renunciado ao mundo. Sabendo que seu pai havia se tornado buda, os príncipes aproximam-se dele e pedem-lhe que exponha a Lei. Além deles, os reis Brahma dos mundos nas dez direções de todo o Universo também pedem unanimemente que Excelência da Grande Sabedoria Universal exponha a Lei. Atendendo ao pedido, Excelência da Grande Sabedoria Universal começa a expor parcialmente a Lei. Mas os dezesseis príncipes não ficam satisfeitos e imploram que ele exponha a verdadeira causa de sua iluminação.

O sutra diz que após Excelência da Grande Sabedoria Universal ter exposto o Sutra de Lótus por um período de oito mil kalpas, ele entra em meditação por um período de oitenta e quatro mil kalpas. Durante e após sua meditação, os dezesseis príncipes, que haviam se tornado bodhisattvas, expõem o ensino do Sutra de Lótus assim como seu pai havia feito.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada

e-referrer

Encontre seu par perfeito