Example Example Example Example Example Example Example O presidente Ikeda observa: "É absolutamente impossível que alguém com uma conduta séria e sincera na fé não consiga ser feliz e prosperar ou que seu ambiente não consiga ser revitalizado. Este é o princípio universal do budismo. O coração é o que transforma tudo. Esta é a natureza prodigiosa da vida. É uma verdade irrefutável". Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo....


Pesquisa personalizada

16 de maio de 2009

Competição humanitária: Nova esperança na história

Competição humanitária: Nova esperança na história

Por Daisaku Ikeda, presidente da Soka Gakkai Internacional
MAIO DE 2009 - EDIÇÃO Nº 489

Enviada à Organização das Nações Unidas (ONU) por ocasião do 34º aniversário da SGI, em 26 de janeiro de 2009. Tradução: René Takeuti, Elizabeth Miyashiro; Revisão: Thiago de Mello; Colaboração: Elisângela Barros; Susan Scaranci Ribeiro; Arte: Iusse José Filho; Capa: Henrique Kubota; Fotos da capa: Photos.com

O mundo inteiro está abalado com o impacto da maior Competição humanitária: Nova esperança na história do século, iniciada com a quebra do mercado de crédito hipotecário nos Estados Unidos e a falência do banco de investimentos Lehman Brothers. Mal se pode discernir aonde ela pode chegar.

É inevitável a associação desta crise ao pesadelo da década de 1930, quando a depressão econômica armou o palco para a conflagração da Segunda Guerra Mundial. Apesar das medidas políticas para enfrentá-la, cresce o turbilhão financeiro. A economia mundial está minada - corroída pela recessão, raiz do desemprego. Se lembrarmos que a Grande Depressão levou dois anos para mostrar até onde chegara, podemos avaliar a gravidade da situação atual.

Todos têm o direito de viver em paz, em condições humanas. Afinal, este é o empenho incessante do mundo inteiro. É inaceitável que a fonte de subsistência da humanidade seja estancada pelo tsunami que não se previu e se mostrou em circunstâncias incontroláveis.

Espero que os governos saibam evitar o agravamento desta situação. Que intensifiquem a coordenação de políticas fiscais e monetárias, reúnam critérios e decisões adequadas.

A principal causa da crise está na especulação dos ativos financeiros, cujo montante é estimado em quatro vezes o valor do produto interno bruto (PIB) mundial. Os mercados financeiros, que deveriam sustentar e facilitar as atividades econômicas, transformam- se, eles próprios, em donos do palco. Com o único propósito de lucros e vantagens - indiferentes ao impacto que isso tenha sobre os outros -, corretores e empresários tornaram-se os astros deste drama. É escancarada a cobiça do capitalismo de nossos dias.

Em minhas propostas, venho destacando a causa mais profunda da crise: a fixação doentia no significado abstrato e não--substancial da riqueza - dinheiro. Esta é a patologia que subjaz à civilização contemporânea. De modo metafórico, pode-se dizer que as esperanças dos seres humanos habitantes do mundo não-ideológico pós-Guerra Fria foram digeridas no estômago do conquistador Manon - o deus do dinheiro.

O dinheiro - pedaço de papel ou metal e, mais recentemente, bits de informação eletrônica que controlam economias de mercado - não tem, é claro, valor virtual. Somente valor de troca. E este valor de troca depende de um acordo entre as pessoas. Em essência, a moeda é tão abstrata quanto anônima. Os mercados financeiros não mantêm qualquer conexão com bens e serviços concretos, por isso mesmo findáveis. Assim, como objeto de desejo humano, não têm limites reais ou inerentes. Característica muito particular é a patologia fatal de nossa fixação pelo dinheiro.

A busca incessante de eficiência a fim de gerar lucro, aliada à instabilidade da moeda que carece de base na economia real, são os elementos principais das economias de mercado que se desenvolvem em torno do eixo das atividades econômicas livres dos indivíduos. Foi o que levou o economista Katsuhito Iwai a observar a "incompatibilidade fundamental"1 de eficiência e estabilidade não só nos mercados financeiros, mas nas economias de mercado em geral.
O espírito de abstração

Um comentário:

Anônimo disse...

sonia vc está ai....estamos te esperando lá no blog fan...BJSSS
PS: teu blog é da hora....assuntos interessantes...bjsssssssss
camila(ana é vip)

Pesquisa personalizada

e-referrer

Encontre seu par perfeito