Example Example Example Example Example Example Example O presidente Ikeda observa: "É absolutamente impossível que alguém com uma conduta séria e sincera na fé não consiga ser feliz e prosperar ou que seu ambiente não consiga ser revitalizado. Este é o princípio universal do budismo. O coração é o que transforma tudo. Esta é a natureza prodigiosa da vida. É uma verdade irrefutável". Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo Nam-myoho-rengue-kyo....


Pesquisa personalizada

13 de setembro de 2008

Einstein e sua visão sobre Unicidade

Imagem: Poema de Daisaku Ikeda
Imagem: Lei do buda Sakyamuni

"O ser humano vivencia a si mesmo, seus pensamentos, como algo separado do resto do universo - numa espécie de ilusão de ótica de sua consciência. E essa ilusão é um tipo de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afeto apenas pelas pessoas mais próximas. Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão, para que ele abranja todos os seres vivos e toda a natureza em sua beleza. Ninguém conseguirá atingir completamente este objetivo, mas lutar pela sua realização já é por si só parte de nossa liberação e o alicerce de nossa segurança interior". Albert Einstein
Um dos princípios do Budismo é o Princípio de Unicidade, pessoa a pessoa, pessoa e ambiente, pessoa e a lei. Somos unos e Albert Einstein sacou isso muito bem quando disse que nos percebemos separados do universo, não é bem assim. Somos unos, ele continua nos incentivando a sair dessa prisão de nosso pensamento restrito e a termos mais compaixão entre nós, a lei do buda, que umedece as flores humanas, é a lei da flor de lótus, a lei do Nam myoho rengue kyo. Rengue significa flor de lótus, simboliza que a lei de causas e efeitos é simultanea, ao fazermos uma caus, estamos já fazendo o efeito, apenas no dia propício ela se manifestara, ou seja o efeito da causa já está feito, mas só será visível no momento mais adquado para tal manifestação no mundo físico.

No poema acima, onde Daisaku Ikeda fala em Daimoku quero explicar que esse termo se refere ao ato de recitar o Nam myoho rengue kyo, que é a lei deixada pelo buda para nós. É essa lei que nos dá a condição de ter mais compaixão humana, nos 'umidece' aumentando nossa potência para florescermos como uma flores de lótus...

Sim, sem o estudo, caminha-se ao encontro do fanatismo... o estudo nos enriquece, nos mostra aquilo que nao conseguiríamos pensar ou descobrir sozinhos, nos abre os olhos da mente e da alma. Amplia horizontes...

2 comentários:

Jhennifer Cavassola disse...

Oie! Tem um selo especial pra ti no meu blog. Beijos

b u r i t y disse...

Ahêêê...., gostei das novas cores, e vc tá tudo bem? Tô apertado aqui, peguei um cenário muito trabalhoso e com pouco tempo (pra variar, coisas de publicidade...), beijão, boa sorte, boas coisas....... etcs !

Pesquisa personalizada

e-referrer

Encontre seu par perfeito